6 maneiras de otimizar o consumo de energia doméstico

Otimizacao de consumo de energia domestica

Inscreva-se em nosso blog!
Fique por dentro de todas as novidades

Conta de energia cara, recursos escassos nas hidrelétricas… O principal motivo para evitar o desperdício e otimizar o consumo de energia doméstico é a economia que você gerará diretamente no seu bolso. Mais do que aprender maneiras de pagar menos na conta de luz que chega em casa, é importante conhecer alguns “segredos” que vão tornar esse consumo mais inteligente, e otimizar a energia que já está pronta para uso. Confira no post 6 dicas de como reduzir esse consumo e a importância de mudar alguns hábitos em casa.

Importância de otimizar o consumo de energia doméstico

Segundo estimativa da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), o desperdício de energia custa ao Brasil cerca de R$61,7 bilhões. Esse valor seria suficiente para construir 240 hospitais. 

Isso porque, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica, 80% da eletricidade gerada no Brasil tem as usinas hidrelétricas como fonte. Ou seja, quanto maior o consumo, maior a sobrecarga nessas usinas. 

No âmbito residencial, o consumo de energia equivale a 40% dos recursos das hidrelétricas e destes, 15% são desperdiçados, segundo dados do Combate ao Desperdício de Energia Elétrica (Procel)

Em algumas situações, é comum passar por racionamento de água e energia em tempos de seca para que não haja sobrecarga nas hidrelétricas. 

Por isso, falar de otimizar o consumo de energia doméstico não é pensar apenas em pagar menos na conta de energia, mas em manter esses recursos para as próximas gerações. 

6 formas de otimizar o consumo de energia elétrica

Para que o jogo vire, separamos 6 dicas para você conseguir otimizar o consumo de energia elétrica doméstico e contribuir para menor desperdício. 

É bom para o meio ambiente, para o Brasil e para o seu bolso! 

Confira as dicas:

Substitua as lâmpadas incandescentes por lâmpadas de led

As lâmpadas mais comuns para uso são as incandescentes, porém, são as que mais gastam energia.

As lâmpadas incandescentes custam entre R$2,00 e R$5,00, tem uma vida útil de cerca de 800 horas, que equivale a 1 mês, gasta 5% de energia para iluminar o ambiente e os outros 95% do consumo são apenas para aquecê-la. 

O gasto médio para o uso de uma lâmpada incandescente para iluminar 25 mil horas, o equivalente a aproximadamente 2 anos, é de R$ 512,00. Levando em conta que uma casa tem vários cômodos, esse valor se multiplica. 

Imagine pagar tudo isso só para conseguir iluminar sua casa! 

Por isso, para otimizar o consumo de energia doméstico é interessante fazer a substituição pelas lâmpadas de LED. 

Ela custa a partir de R$35,00, porém, o seu gasto médio para iluminar 25 mil horas é de R$125,00. É uma opção muito interessante para otimizar o consumo, sempre lembrando a importância de comprar lâmpadas de qualidade, duráveis. 

Atente-se às cores do ambiente

Acredite se quiser: as cores do ambiente contribuem para otimizar o consumo de energia doméstico. 

Você sabia que as cores externas da sua casa podem ser as “culpadas” por um consumo maior de energia? Um estudo da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) constatou que as cores que mais absorvem calor são:

  • Preto, com 98%;
  • Cinza-escuro, com 80%
  • Verde-escuro, com 79%
  • Azul-escuro, com 77%
  • Amarelo-escuro, com 70%
  • Marrom e vermelho-escuro, com 70%. 

O impacto negativo está na maior absorção de calor, que exige com mais frequência o uso de ventiladores e ar condicionado, aumentando assim o consumo de energia.

Cores que diminuem o calor

Quarto de casal - Como otimizar o consumo de energia domestica

Em contrapartida, algumas cores contribuem para diminuir o calor e, consequentemente, ajudam a otimizar o consumo de energia doméstico. Elas são:

  • Branco, que reduz cerca de 20% do calor solar;
  • Amarelo-claro, com cerca de 28%;
  • Pérola, com 28%;
  • Marfim, com 28%;
  • Palha, com 30%;
  • Branco gelo, com 33%;
  • Azul-claro, com 35%. 

Segundo os pesquisadores que chegaram a essas respostas, é difícil analisar com precisão o quanto de energia é reduzido, afinal existe uma grande variação de cores no mercado com a mesma tonalidade. 

Porém, com essas cores é possível otimizar o consumo de energia em pelo menos seis vezes. O impacto é muito grande. 

Desligue da tomada aparelhos em Stand By

Segundo o Instituto Akatu, alguns aparelhos (como um DVD) podem gastar mais energia em stand by, do que funcionando, de fato. São os fantasmas que sugam a energia e o consumidor nem percebe. 

No total, os aparelhos em stand-by podem ser responsáveis por cerca de 12% do consumo de uma casa. 

Planeje o uso do chuveiro elétrico e do ferro de passar roupas

Chuveiro elétrico em otimização de consumo de energia doméstica.

O ideal é que para otimizar o consumo de energia doméstico, se acumule as roupas e o ferro elétrico seja usado de uma vez só, e que, após desligado, enquanto ainda quente, seja usado para passar roupas mais leves. 

Quanto ao chuveiro elétrico: em dias quentes, colocar o chuveiro na opção verão pode reduzir em até 30% o consumo de energia! 

Enquanto que tomar banho de 15 minutos na opção inverno é o equivalente ao gasto de 40 lâmpadas de 100W. 

Escolhe eletrodomésticos com baixo consumo de energia

Hoje já existem no mercado opções de eletrodomésticos desenvolvidos com a missão de otimizar o consumo de energia. Opte pela compra destes sempre que for trocar um item importante para a casa. 

Importância da revisão das instalações elétricas

Além de todos esses pontos citados, é muito importante que periodicamente sejam efetuadas revisões nas instalações elétricas. 

Os pequenos erros na instalação elétrica podem ser a razão dos gastos de energia elevados que muitas vezes não podem ser identificados a olho nu ou fazendo cálculos de consumo de seus eletrodomésticos, este trabalho deve ser realizado por um especialista para garantir que tudo está no seu devido lugar. 

5 passos para montar um painel de disjuntores Capa do artigo

 Conclusão

Existem boas práticas que otimizam o consumo de energia, fazendo a economia refletir diretamente em seu bolso. Essas são apenas algumas das dicas que temos para você melhorar seu consumo de energia doméstico.

Leia também o artigo sobre instalações fotovoltaicas para saber tudo que é necessário para garantir um bom funcionamento e a segurança da sua instalação fotovoltaica.

Inscreva-se em nosso blog!
Fique por dentro de todas as novidades

Mais artigos do blog Famatel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.