10 conceitos de eletricidade que você precisa saber

Capa Blog Post Famatel - 10 Conceitos de eletricidade que você precisa saber

Inscreva-se em nosso blog!
Fique por dentro de todas as novidades

Entender de eletricidade pode parecer difícil em um primeiro momento, afinal, são tantos conceitos e abreviações que quem está entrando no setor elétrico pode se assustar.

Alguns termos, como tensão elétrica, corrente, potência e resistência são essenciais no entendimento geral da área.

Sem eles pode ser difícil compreender todos os outros conhecimentos mais avançados e desempenhar as funções que as profissões relacionadas a área de elétrica exigem.

Então se você é um estudante de elétrica, pretende trabalhar ou já trabalha como eletricista, mas ainda tem dúvidas, está no lugar certo.

Veja também: 5 Formas de Segurança para Eletricistas.

Segurança do trabalho - Famatel Blog
Capa do Blog-post 5 dicas de segurança para eletricistas.

O que é eletricidade?

Eletricidade é todo fenômeno que ocorre a partir de um fluxo de carga elétrica. Por exemplo, um relâmpago e as correntes elétricas passando em fios de energia.

Esse conceito, entretanto, é complexo e não pode ser limitado a isso, já que ela ocorre de formas diferentes e diversificadas.

Mas basicamente, para entendimento geral do termo, a eletricidade é uma forma de energia resultado da presença de carga elétrica em repouso ou movimento, e corpos eletricamente carregados.

Para entender melhor como a eletricidade funciona, é importante entender também conceitos que fazem parte do processo de geração de energia, bem como das grandezas básicas da elétrica.

Tensão Elétrica

A tensão elétrica é uma das principais grandezas da eletricidade e significa a diferença de potencial entre dois pontos. Ou seja, a diferença entre quantidade de cargas.

É essa diferença que gera uma força, provocando a circulação de corrente, permitindo que as cargas elétricas entrem em movimento.

A tensão elétrica também é conhecida como Diferencial de Potencial (DDP) ou Força Eletromotriz (FEM), que como o próprio nome sugere, é a força que move os elétrons.

Esse termo é simbolizado pela letra U e sua medida é em Volts (V).

Quer um exemplo do que é na prática? 

Se em uma residência o eletricista disse que a rede elétrica é de 220 volts, quer dizer que a tensão elétrica é de 220 V. Simples assim!

Vale lembrar que existem dois tipos de tensão: a contínua e alternada.

A primeira, contínua, quer dizer que a polaridade não mudará no decorrer do tempo. Por exemplo, as pilhas e baterias terão sempre a mesma polaridade.

Enquanto isso, na tensão elétrica alternada, a polaridade é alternada conforme a frequência. Como a tomada, motores, eletrodomésticos e ventiladores.

Em residências, a tensão elétrica é baixa, enquanto em instalações elétricas é de alta tensão.

Pessoa eletricista trabalhando com um alicate e fios
Eletricista trabalhando

Corrente

A corrente elétrica é o fluxo de cargas elétricas em um condutor elétrico, como os fios.

Todo o movimento ordenado através de um condutor, é uma corrente de eletricidade.

Para ocorrer uma corrente, é preciso existir uma diferença de potencial, por isso ela está relacionada à tensão elétrica.

A intensidade de uma corrente elétrica vai depender do número de elétrons que estão se movimentando no condutor.

Portanto, quanto mais elétrons, maior a corrente elétrica.

A grandeza é representada pela letra I sendo medida em Ampères (A).

Alguns exemplos de condutores bastante utilizados no setor elétrico é o metal, pois oferecem alta e fácil condutividade da corrente.

Potência

O tempo que leva para um equipamento ou dispositivo converter energia elétrica em trabalho é a potência elétrica. Ou seja, o tempo usado para acionar um circuito.

Esse tempo é geralmente medido em segundo.

Considere uma lâmpada cuja potência é 50 W. Isso significa que leva 1 segundo para transformar 50 joule de energia em luz.

A mesma coisa acontece no caso de um chuveiro, cuja energia elétrica é transformada em energia térmica e quanto maior a potência, maior seu poder de aquecer a água. E, consequentemente, será maior também o consumo de energia.

A potência é representada pela letra P, e sua unidade de medida é Watt (W).

Instalação de chuveiro elétrico, post blog feito pela Famatel
Blog Post — Como fazer uma instalação de chuveiro elétrico.

Resistência

A resistência elétrica é a capacidade oferecida por um material condutor para que uma corrente elétrica faça a passagem na geração de energia.

De uma forma mais simples, a dificuldade que um condutor elétrico tem em continuar seu fluxo por determinado condutor é a resistência.

Quanto menor a dificuldade que o material oferece, menor a resistência.

Mas afinal, quais são essas dificuldades? Bom, existem alguns fatores que podem colaborar ou atrapalhar a passagem pelos condutores, como o próprio material, a temperatura, largura, comprimento, formato, entre outros.

Nem sempre é possível garantir que as correntes elétricas trafeguem o condutor de forma 100%. Então quanto menor a resistência, melhor é esse condutor.

Seu símbolo é R e a unidade de medida Ohms (Ω).

Condutores e isolantes

Condutores e isolantes são materiais elétricos que atuam de maneira distintas com as correntes elétricas.

Enquanto os condutores permitem que a corrente elétrica se movimente e atravesse facilmente o caminho, os materiais isolantes não permitem que a corrente atravesse.

Os materiais condutores são basicamente os metais, como cobre, ferro, ouro e prata.

Já os isolantes podem ser o plástico, madeira, borracha e vidro.

Ampére

O ampare é a unidade de medida da corrente elétrica, conforme padrão do Sistema Internacional de Unidades (SI). É representado pelo símbolo A.

Em uma corrente, os elétrons se movimentam ordenadamente para passarem por um material condutor. 

A quantidade por segundo de elétrons que formam a corrente é mensurada em Ampére.

A compreensão desse conceito é fundamental, para entender a necessidade de gerador de energia elétrica, conforme os ampères de um equipamento ou dispositivo.

Watt

O watt, cujo símbolo é representado pela letra W, está relacionado com a potência. Significa a quantidade de energia em joules convertida por segundo.

Ou seja, a medição de quanta energia está sendo gasta, é medida pelos watts. 

Volts

Os volts são a unidade de medida da tensão elétrica, ou seja, a diferença de potencial elétrico.  Seu símbolo é V. 

Esse é um dos termos mais comuns da eletricidade, até mesmo para aqueles que não trabalham na área.

Isso porque você certamente já ouviu falar que um aparelho é 110 ou 220V, causando muita confusão entre os consumidores de eletrodomésticos.

No Brasil, o mais comum são tomadas de 110V, da mesma forma que nos Estados Unidos. Mas na Europa, por exemplo, é 220V.

Se você ligar um aparelho 110V, em uma tomada 220V, a tensão elétrica recebida é em dobro, e certamente queimará.

Agora, no caso de você inserir um aparelho 220V em uma tomada 110V, não vai queimar. Porém, funcionará com a metade da potência, já que a corrente não é suficiente para atender o necessário.

Por isso, antes de manusear qualquer equipamento, maquinário ou dispositivo em uma instalação elétrica, ou manutenção, é essencial conferir quantos Volts ele possui.

Foto de um multímetro para o blog post famatel
Multímetro

Aterramento

O aterramento é um sistema que direciona correntes de fuga para à terra, sendo uma medida de segurança para que os profissionais não recebam choques elétricos.

Isso também permite que a rede elétrica e os equipamentos funcionem normalmente, sem quaisquer falhas ou interferências.

Além da segurança oferecida, o aterramento atende às normas de segurança elétrica, como a NBR 5410 e a Lei n° 11.377.

Apesar de ser um conceito mais complexo, ele é fundamental para quem trabalha com eletricidade, principalmente em instalações de grande porte.

Leia também: Normas de Instalação Elétrica: Tudo o que você precisa saber.

Blog post - Normas de instalação elétrica: Tudo o que você precisa saber
Blog post — Normas de instalação elétrica: tudo o que você precisa saber.

kVA (Kilovolt Ampere)

O kVA, como é conhecido, é a sigla para kilovolt ampere. Sua medida equivale a 1000 voltamperes. Portanto, 1kVA é igual a 1000 VA.

É uma unidade mais teórica e muito utilizada em elétrica industrial, para, por exemplo, planejar um circuito elétrico.

O kVA pode medir, por exemplo, a capacidade de potência de um transformador de distribuição.

Além de conceitos

Além de sabermos os conceitos mais importantes do setor elétrico, temos que pensar em como utilizar esses conceitos no dia a dia, e o mais importante, saber com quais equipamentos esse trabalho pode ser feito da melhor maneira. A Famatel oferece materiais para o setor elétrico a mais de 30 anos, nossos produtos são certificados e atendem desde construção civil até a indústria, estamos presentes em mais de 8 países, conheça nossa linha de produtos clicando aqui.

ACQUA BOX, TOMADA SPEED PRO CAIXAS MAGNA
Produtos Famatel

Conclusão

Você viu até aqui os 10 conceitos básicos de eletricidade que todo eletricista ou estudante da área precisa conhecer.

Todos eles estão interligados, por isso o entendimento integral é essencial.

Esperamos que esse conteúdo tenha respondido às suas dúvidas e te ajudado a compreender melhor todos os conceitos aqui apresentados.

No nosso blog você pode conferir mais sobre assuntos relacionados e aumentar os seus conhecimentos elétricos. Até a próxima!

Inscreva-se em nosso blog!
Fique por dentro de todas as novidades

Mais artigos do blog Famatel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.